√ Desenvolver e consolidar metodologias que apropriem os processos de ensino e aprendizagem das artes circenses e performáticas como ferramenta pedagógica alternativa aplicada à educação de crianças, adolescentes e jovens, prioritariamente, de classes populares, contribuindo para constituição de uma nova geração de sujeitos criativos e críticos, agentes da consolidação de identidades e, empreendedores de transformações em suas vidas e nos contextos em que estejam inseridos.

√ Gerar oportunidades, através da articulação, de forma lúdica e produtiva, das dimensões simbólica, social e educativa das artes circenses e performáticas, para crianças, adolescentes e jovens, desenvolverem habilidades motoras e cognitivas, elevarem a sua auto-estima, fortalecerem a sua autonomia e encontrarem o equilíbrio afetivo, emocional e físico, para o exercício pleno dos seus direitos de cidadania.

√ Formar e preparar uma nova geração de artistas, dotados de conhecimentos, atitudes e habilidades para estruturarem seus percursos autônomos e coletivos nos diferentes elos da cadeia produtiva e segmentos estéticos das artes circenses e performáticas, impactando na qualificação dos processos criativos e de produção do circo como linguagem e forma de organização do espetáculo.

√ Promover a inserção econômica e produtiva de jovens artistas formados e/ou em formação nos seus programas, projetos e atividades, através da modelagem, difusão e fruição de espetáculos e eventos circenses e performáticos, contribuindo para a expansão da produção criativa do circo.

√ Difundir suas metodologias, produtos e serviços junto à diferentes públicos, ampliando a fruição da cultura e das artes circenses e performáticas.

√ Contribuir para a preservação, o fortalecimento e o desenvolvimento das artes circenses e performáticas, valorizando-as como componentes do patrimônio cultural brasileiro e este como direito social e humano, incidindo em políticas públicas voltadas para este fim.

O Circo Crescer e Viver tem Patrocínio do Governo do Rio de Janeiro, da Secretaria de Estado de Cultura, da Lei Estadual de Incentivo à Cultura do Rio de Janeiro, da Petrobras, da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, da Secretaria Municipal de Cultura, do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) e da Hope, e apoio da ABC Trust.

Espetáculo Baião. Foto: Divulgação

Espetáculo Baião. Foto: Divulgação